Menu

Cursos onde é leccionada a disciplina

Curso - Ramo Ano Plano
Educação Física e Desporto - Sem Ramos - Especialidades 2007/08
Psicologia - Sem Ramos - Especialidades 2007/08
Aspetos Humanos da Tecnologia - Sem Ramos - Especialidades 2011/12

Ficha da disciplina

Objectivos da disciplina

 

  • Desenvolver capacidades de modelação e formalização usando como veículo a programação.
  • Aprender vários pardigmas de programação.

 

 

Critérios de avaliação

  • Cinco fichas de exercícios, a resolver individualmente, no computador, cada uma cotada para 20 valores e valendo 20% da nota final.
  • Na época normal, o aluno poderá substituir uma qualquer dessas cinco fichas, por um trabalho, que valerá igualmente 20% da nota final. Os trabalhos poderão realizar-se em grupos de 2 alunos, mas terão uma oral individual.
  • Existe uma época de recurso para quem não tenha obtido aprovação na época normal, ou para quem deseje efectuar melhoria de nota.
  • Na época de recurso, cada aluno poderá recorrer de uma, duas ou três fichas de exercícios.
  • No cálculo da nota do recurso/melhoria cada ficha continua a valer 20%, considerando-se como nota de cada uma das fichas a nota que o aluno teve nessa ficha na época de recurso, se o aluno realizou essa ficha na época de recurso, e a nota que o aluno teve nessa ficha na época normal (ou no trabalho, se substituiu essa ficha pelo trabalho na época normal), se o aluno não realizou essa ficha na época de recurso.
  • Existe, ainda, uma época especial de avaliação (em Setembro) para os casos previstos na lei (ver artigo 8º do regulamento de avaliação da UMa).
  • Na época especial o aluno realizará um exame sobre toda a matéria, cotado para 20 valores.

 

Programa resumido (ver programa detalhado)

 

  • Inrodução ao sistema computacional Mathematica como ferramenta de cálculo numérico e simbólico e de visualização gráfica.
  • Programação - preliminares: expressões aritméticas e booleanas, atribuição e definição de funções.
  • Listas.
  • Programação recursiva.
  • Programação imperativa.
  • Programação funcional.
  • Comparação e mistura de paradigmas.
  • Exemplos complementares de programação: ordenação.
  • Programação baseada em sistemas de reescrita
  • Método de suporte à programação em grande escala (por camadas e centrado nos dados). Tipos de dados abstractos e sua manipulação no Mathematica.
  • Aplicações e complementos: simulação.
  • Complementos: grafos e algoritmos sobre grafos (nomeadamente, travessia de um grafo).
  • Complementos: condições em que a programação recursiva é altamente ineficiente e possíveis soluções nesses casos, recorrendo, nomeadamente, a técnicas da chamada programação dinâmica.

 

 

Bibliografia Principal

 

 

  • J. Carmo, A. Sernadas, C. Sernadas, F.M. Dionísio & C. Caleiro, Introdução à Programação em Mathematica, IST Press, 2ª ed., 2004.
  • S. Wolfram, The Mathematica book, Wolfram Media, 5th edition, 2003.
  •  

     

Outras Fontes Bibliográficas / Documentos de Apoio

 

 

  • http://www.wolfram.com/learningcenter/tutorialcollection/
  • T.H. Cormen, C.E. Leiserson, R.L. Rivest & C. Stein, Introduction to Algorithms, 2nd edition, The MIT Press, 2001.
  • J.W. Gray, Mastering Mathematica: Programming Methods and Applications, Academic Press, 2nd edition, 1997.
  • R.E. Maeder, The Mathematica Programmer, Academic Press, 1994.
  • R.E. Maeder, The Mathematica Programmer II, Academic Press, 1996.
  • P. R. Wellin, R. J. Gaylord & S. N. Kamin, An Introduction to Programming with Mathematica, Cambridge University Press, 3rd edition, 2005.
  •  

     

Atendimento

Links associados

http://moodle.dme.uma.pt/

Observações

Horário de dúvidas do Prof. José Carmo: 5ª feira e 6ª feira, das 18h às 19h30; Horário de dúvidas do Dr. Luís Camacho:

Ensino

Cursos - FAQs