Menu

Métodos de Investigação II - Psicologia da Educação - Sem Ramos - Especialidades


7.5
ECTS / UC
Ano: 1 / 2º Semestre
Plano: 2013/14
Área Científica: PSI
Nível: Avançado

Carga Horária Semestral

Ensino Teórico:
Ensino Teórico-Prático: 36.00
Ensino Prático e Laboratorial:
Trabalho de Campo:
Seminário: 18.00
Estágio:
Orientação tutorial: 2.00

 

Horas Dedicadas a Estágios:
Horas Dedicadas a Projectos:
Horas Dedicadas a Trabalhos no Terreno:
Horas Dedicadas a Estudo:
Horas Dedicadas a Avaliação:
Outras:

Cursos onde é leccionada a disciplina

Curso - Ramo Ano Plano
Psicologia da Educação - Sem Ramos - Especialidades 2013/14

Corpo Docente

Ana Maria Pereira Antunes
Ana Maria Pereira Antunes


Responsabilidades:
Regência
Responsável pelas Pautas
Ensino teórico-prático
Seminários

Ficha da disciplina

Objectivos da disciplina

 No final da unidade curricular os alunos deverão ser capazes de enquadrar e caracterizar a metodologia de investigação qualitativa, descrever e aplicar técnicas básicas de recolha e análise de dados, comentar, planear e executar um projecto de investigação qualitativa.

Critérios de avaliação

A avaliação periódica rege-se pelo modelo B do regulamento em vigor, contemplando os seguintes elementos de avaliação:  

1. A realização de uma frequência individual (com ponderação de 40% na classificação final), a realização, em grupo, de uma resenha crítica (com ponderação de 10% na classificação final), de um trabalho escrito (com ponderação de 40% na classificação final) e de uma prova oral (com ponderação de 10% na classificação final).

2. A classificação final (CF) é obtida pela ponderação dos quatro elementos de avaliação: CF = (nota frequênciax0,40) +(análise críticax0,10)+ (nota trabalho escritox0,40)+(nota prova oralx0,10)

3. Para o cálculo da classificação final o aluno não poderá ter nota inferior a 9,5 valores (numa escala de 0 a 20 valores) em cada um dos elementos de avaliação isolados.

4. A resenha crítica, o trabalho escrito e a prova oral não poderão ser recuperados em época de recurso pelos estudantes normais nem pelos trabalhadores estudantes.

5. O aluno é aprovado quando obtém uma classificação final igual ou superior a 9,5 valores (numa escala de 0 a 20 valores).

6. A frequência incidirá sobre os conteúdos programáticos leccionados, requerendo uma compreensão, reflexão, integração e aplicação dos mesmos, a resenha crítica consistirá na realização de uma análise crítica de um estudo qualitativo, o trabalho escrito constará na elaboração de uma investigação e o teste oral remeterá para a apresentação do trabalho escrito.

7. Para poder ser aprovado na Unidade Curricular o aluno deve ter frequentado pelo menos 75% das aulas, excepto os alunos com estatuto de trabalhador estudante.

Programa resumido (ver programa detalhado)

1. Introdução à metodologia qualitativa

2. Normas gerais para a divulgação da investigação

3. O processo de investigação qualitativa

4. O uso de computadores na investigação qualitativa

 

Bibliografia Principal

Amado, J. (2013). Investigação qualitativa em educação. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra

American Psychological Association (2010). Publication manual of the American Psychological Association (6ª ed.). Washington, DC: Author.

Antunes, A. P.(2017). Ensino de investigação qualitativa em psicologia: Estímulos e desafios.WebQDA: Qualitative data analysis [blog, secção artigos, Novembro 30]. Disponível em https://www.webqda.net/ensino-de-investigacao-qualitativa-em-psicologia-estimulos-e-desafios/

Antunes, A. P., XavierJ. O., Borges, A., Rodríguez-Dorta, M., Rodríguez-Naveiras, E., Cadenas, M., Almeida, A. T., & Miranda, C. (2017). O Enfoque Qualitativo na Avaliação de Programas Psicoeducativos: Aplicações e Contributos da Metodologia Qualitativa. Revista Pesquisa Qualitativa, 5(8), 168-190. Disponível em http://rpq.revista.sepq.org.br/index.php/rpq/article/view/83/76

Arksey, H. , & Knight, P. (1999). Interviewing for social scientists. London: SAGE Publications.

Bardin, L. (2013). Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70.

Bogdan, R. C., & Biklen, S. K. (2007). Qualitative research for education: An introduction to theories and methods. Boston: Pearson Education.

Costa, A. P., Souza, F. N., & Souza, D. N. (2014). Investigação qualitativa: Inovação, dilemas e desafios (vol. 1). Oliveira de Azeméis: Ludomedia.

Costa, A. P., Souza, et al. (2015). Investigação qualitativa: Inovação, dilemas e desafios (vol 2.). Oliveira de Azeméis: Ludomedia.

Coutinho, C. P. (2013). Metodologia de Investigação em Ciências Sociais e Humanas: Teoria e Prática (2ª Ed.). Coimbra: Almedina.

Creswell, J. W. (2013). Qualitative inquiry and research design: Choosing among five aprroaches. Thousand Oaks: SAGE Psublications.

Denzin, N. K., & Lincoln, Y. S. (1998). Strategies of qualitative inquiry. Thousand Oaks: SAGE Publications.

Flick, U. (2005). Métodos qualitativos na investigação científica. Lisboa: Monitor.

Marconi, M. A., & Lakatos, E. M. (2008). Metodologia do trabalho científico. S. Paulo: Editora Atlas.

Maxwell, J. A. (1998). Designing a qualitative study. In L. Bickman & D. J. Rog (Eds.), Handbook of applied social research methods (pp. 69-100). Thousand Oaks, CA: SAGE Publications.

Souza, D. N., Costa, A. P., & Souza, F. N., & (2016). Investigação qualitativa: Inovação, dilemas e desafios (vol. 3). Oliveira de Azeméis: Ludomedia.
 

NOTA:  Ao longo do semestre poderá ser fornecido material adicional consoante os temas abordados e trabalhados nas aulas.

 

Outras Fontes Bibliográficas / Documentos de Apoio

Grinnell, R. M. Jr., & Unrau, Y. A. (2005). Social work research and evaluation: Quantitative and qualitative approaches. Oxford: Oxford University Press.

Denzin, N. K., & Lincoln, Y. S. (2005). The SAGE handbook of qualitative research. Thousand Oaks: SAGE Publications.

http://www.apastyle.org/

https://www.webqda.net

https://ciaiq.org/7o-congresso-ibero-americano-em-investigacao-qualitativa/

 

 

Atendimento

Gabinete: 1.43

Horário de atendimento dos alunos: Terça-feira: 14h00-16h00h

E-mail da docente: aantunes@uma.pt 

Extensão: 5334

Links associados

Observações

Fórum

Ligação ao Fórum Métodos de Investigação IILink Externo