Menu

Psicopatologia Infantil e Juvenil - Psicologia da Educação - Sem Ramos - Especialidades


7.5
ECTS / UC
Ano: 1 / 2º Semestre
Plano: 2013/14
Área Científica: PSI
Nível: Avançado

Carga Horária Semestral

Ensino Teórico:
Ensino Teórico-Prático: 36.00
Ensino Prático e Laboratorial:
Trabalho de Campo:
Seminário: 18.00
Estágio:
Orientação tutorial: 2.00

 

Horas Dedicadas a Estágios:
Horas Dedicadas a Projectos:
Horas Dedicadas a Trabalhos no Terreno:
Horas Dedicadas a Estudo:
Horas Dedicadas a Avaliação:
Outras:

Cursos onde é leccionada a disciplina

Curso - Ramo Ano Plano
Psicologia da Educação - Sem Ramos - Especialidades 2013/14

Corpo Docente

Maria Luísa Pereira Soares
Maria Luísa Pereira Soares


Responsabilidades:
Regência
Responsável pelas Pautas
Ensino teórico-prático
Seminários

Ficha da disciplina

Objectivos da disciplina

1. Ensinar um conjunto de conhecimentos teóricos e práticos, associados à utilização das técnicas de avaliação psicológica e diagnóstico, no contexto da clínica com crianças e adolescentes.

 

2. Assimilar estratégias de avaliação psicológica tendo como objectivo a planificação da intervenção psicológica.

 

3. Contactar com, e treinar a aplicação de instrumentos de avaliação psicológica formais.

 

4. Adquirir competências de avaliação e de diagnóstico clínico a partir da ilustração de casos clínicos.

Critérios de avaliação

1.Recensão crítica (máx. 5 páginas) sobre um artigo científico onde tenha sido aplicado o RATC ou com o diagnostico de perturbação infantil ou juvenil (apresentado nos conteúdos programáticos

 

2.Apresentação e discussão do caso clínico trabalhado na recensão critica ? com hipóteses de diagnóstico/diagnóstico diferencial
nAnálise e apresentação da informação escrita sobre o caso
nProposta de uma hipótese de diagnóstico e despiste de diagnósticos diferenciais
nSugestão e respectiva justificação, quanto a instrumentos de avaliação a aplicar e informação a recolher para uma etapa seguinte de enriquecimento da avaliação clínica da situação
 
Recensão critica (50%)
Apresentação (50%)

Os dois Trabalhos práticos serão igualmente obrigatórios para todos os alunos

- Para a obtenção de aprovação na disciplina, o aluno deverá obter uma classificação mínima de 10 valores, sendo que a nota mínima requerida será de 10 valores em cada componente. 
As aulas são de frequência obrigatória (75% de presenças obrigatórias).

Programa resumido (ver programa detalhado)

Técnicas de avaliação psicológica formal - RATC

 

Técnicas de Avaliação Psicológica Não Formal

 

Diagnóstico Psicológico

  - Ansiedade (medos, terrores nocturnos, fobia social, ansiedade separação, recusa escolar)

  - Depressão

  - Problemas de comportamento

  - Problemas de eliminação

  - Dificuldades de aprendizagem e de desenvolvimento

Bibliografia Principal

Barkley, R. A. (1997). ADHDA and the Nature of Self-Control. The Gulford Press.

Carr, A. (2014). Manual de psicologia clínica da criança e do adolescente, uma abordagem contextual (1ª edição). Braga: Psiquilibrios Edições.

DSM V (2014). Manual de Diagnóstico e Estatística das Perturbações Mentais (5ª edição). American Psychiatric Association. Climepsi Editores

Kendall, P.C. & Wilcox, L. E. (1979). Self Control in Children: Development of a rating scale. Journal of Consulting and Clinical Psychology, 47, 1020-1029.

McArthur, D., S. & Roberts, G. (1982). Roberth´s Apperception Test for Children Manual. Los Angeles, California: WPS.

Ramires. V. (2004). As transições familiares: a perspectiva de crianças e adolescentes. Psicologia em Estudo, Maringá. V. 9, nº 2, pp 183-193.

Roberts, G. E. & Gruber, C. (2005). Roberth´s Apperception Test for Children Manual. Los Angeles, California: WPS.

Zazzo, R. (1981). Manual para o Exame Psicológico da Criança. I. S. Paulo: Editora Mestre Jou.

 

Outras Fontes Bibliográficas / Documentos de Apoio

Atendimento

Links associados

Observações

Fórum

Ligação ao Fórum Psicopatologia Infantil e JuvenilLink Externo