Menu

Desenvolvimento Pessoal e Vocacional - Psicologia da Educação - Sem Ramos - Especialidades


7.5
ECTS / UC
Ano: 1 / 1º Semestre
Plano: 2013/14
Área Científica: PSI
Nível: Avançado

Carga Horária Semestral

Ensino Teórico:
Ensino Teórico-Prático: 36.00
Ensino Prático e Laboratorial:
Trabalho de Campo:
Seminário: 18.00
Estágio:
Orientação tutorial: 2.00

 

Horas Dedicadas a Estágios:
Horas Dedicadas a Projectos:
Horas Dedicadas a Trabalhos no Terreno:
Horas Dedicadas a Estudo:
Horas Dedicadas a Avaliação:
Outras:

Cursos onde é leccionada a disciplina

Curso - Ramo Ano Plano
Psicologia da Educação - Sem Ramos - Especialidades 2013/14

Corpo Docente

Lúcia do Rosário Cerqueira de Miranda
Lúcia do Rosário Cerqueira de Miranda


Responsabilidades:
Regência
Responsável pelas Pautas
Ensino teórico-prático
Seminários

Ficha da disciplina

Objectivos da disciplina

Compreender o desenvolvimento vocacional no quadro do desenvolvimento pessoal e da construção da identidade

- Compreender a intervenção vocacional e da carreira como uma das principais atribuições dos psicólogos em contexto escolar

- Ser capaz de enquadrar o desenvolvimento vocacional no quadro das transformações na envolvente e na organização do trabalho

- Conhecer os modelos e as perspectivas teóricas que concetualizam o desenvolvimento vocacional

- Conhecer as estratégias de intervenção no domínio vocacional e a sua adequação em função dos contextos e objectivos específicos

- Ser capaz de explicar a relevância do desenvolvimento vocacional no quadro do desenvolvimento pessoal e da construção da identidade

- Ser capaz de conceber processos de intervenção vocacional em realidades específicas e com populações distintas

- Identificar os desafios à intervenção vocacional e reflictir sobre estratégias para lidar com os mesmos

Critérios de avaliação

Programa resumido (ver programa detalhado)

Compreender o desenvolvimento vocacional no quadro do desenvolvimento pessoal e da construção da identidade

- Compreender  a intervenção vocacional e da carreira como uma das principais atribuições dos psicólogos em contexto escolar

- Enquadrar o desenvolvimento vocacional no quadro de transformações na envolvente e na organização do trabalho

- Conhecer os modelos e as perspectivas teóricas que conceptualizam o desenvolvimento vocacional

- Conhecer estratégias de intervenção no domínio vocacional e a sua adequação em função de contextos e objectivos específicos

- Explicar a relevância do desenvolvimento vocacional no quadro desenvolvimento pessoal e da construção da identidade

- Ser capaz de conceber processos de intervenção vocacional em realidades específicas e com populações distintas

- Identificar desafios à intervenção vocacional e reflictam sobre estratégias para lidar com os mesmos

Bibliografia Principal

Barros, A.F. (2010). Desafios à Psicologia Vocacional: Modelos e intervenções na era da incerteza. Revista Brasileira de Orientação Vocacional, 11 (2), 165-175.

    Carvalho, R.G. (2012). Pessoas versus Coisas: sobre as diferenças de género nos interesses profissionais. Revista Brasileira de Orientação Profissional, 13 (2), 27-36.

    Carvalho, R.G., Silva, C. & Pocinho, M. (2010). Programas de intervenção em contexto educativo: contributos da psicologia nas escolas da Madeira. In L.S. Almeida, B.D. Silva & S. Caires (Eds.), Actas do I Simpósio Internacional 'Contributos da psicologia em contextos educativos (pp. 1628-1635). Braga: Universidade do Minho.

    Erikson, E. (1982). The Life Cycle Completed. New York: Norton.

    Gonçalves, C. & Coimbra, J. (2007). O papel dos pais na construção de trajectórias vocacionais dos seus filhos. Revista Brasileira de Orientação Vocacional, 8 (1), 1-17.

    Guichard, J. (2005). Life-long self-construction. International Journal for Educational and Vocational Guidance, 5, 111-124.

    Guichard, J. (2012). Quais os desafios para o aconselhamento em orientação no início do século 21? Revista Brasileira de Orientação Profissional, 13 (2), 139-152.

    Leung, S.A. (2008). The big five career theories. In J.A. Athanasou & R. Van Esbroek (Eds.), International Handbook of Career Guidance (pp. 115-132). New York: Springer.

    Paixão, M. (2005). Das preocupações às ocupações: a orientação vocacional na construção de projetos de vida. Revista Portuguesa de Pedagogia, 39 (3), 211-227.

    Ramos, L., Paixão, M. & Silva, J. (2007). O impacto da auto-eficácia no desenvolvimento da identidade vocacional. Psychologica, 44, 25-44.

    Savickas, M.L. (2001). A development Perspective on Vocational Behaviour: Career Patterns, salience, and Themes. International Journal for Educational and Vocational Guidance, 1, 49-57.

    Savickas, M.L. (2003, September). Life portraits from Donald Super?s career pattern study. Paper presented at the Congress of the International Association for Education and Vocational Guidance, Berne, Switzerland.

    Savickas, M.L. (2005). The theory and practice of career construction. In S.D. Brown & R.W. Lent (Eds)., Career development and counseling: Putting theory and research to work  (pp. 42-70). Hoboken, NJ: John Wiley & Sons.

    Savickas, M.L. & Walsh, B.W. (2005). Handbook of Vocational Psychology: Theory, Research, and Practice. Palo Alto, CA: Lawrence Erlbaum.

    Savickas, M.L., Nota, L., Rossier, J., Dauwalder, J-P., Duarte, M.E., Guichard, J., Soresi, S., Van Esbroeck, R. & van Vianen, A. E.M. (2009). Life designing: A paradigm for career construction in the 21st century. Journal of Vocational Behavior, 75, 239-250.

    Silva, C.S.& Carvalho, R.G. (2010). Ligação entre vivências profissionais e actividades académicas. Actas do XVII Colóquio da Association Francophone Internationale pour la Recherche Scientifique en Educacion: ?A escola e o mundo do trabalho?, Lisboa, Portugal.

    Taveira, M.C. & Silva, J.T. (2008) (Coords.). Psicologia vocacional: perspectivas para a intervenção. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra.

 

 

Outras Fontes Bibliográficas / Documentos de Apoio

Atendimento

Links associados

Observações

Fórum