Menu

Métodos de Investigação I - Psicologia da Educação - Sem Ramos - Especialidades


7.5
ECTS / UC
Ano: 1 / 1º Semestre
Plano: 2013/14
Área Científica: PSI
Nível: Avançado

Carga Horária Semestral

Ensino Teórico:
Ensino Teórico-Prático: 36.00
Ensino Prático e Laboratorial:
Trabalho de Campo:
Seminário: 18.00
Estágio:
Orientação tutorial: 2.00

 

Horas Dedicadas a Estágios:
Horas Dedicadas a Projectos:
Horas Dedicadas a Trabalhos no Terreno:
Horas Dedicadas a Estudo:
Horas Dedicadas a Avaliação:
Outras:

Cursos onde é leccionada a disciplina

Curso - Ramo Ano Plano
Psicologia da Educação - Sem Ramos - Especialidades 2013/14

Corpo Docente

Nuno Miguel Vieira Rodrigues
Nuno Miguel Vieira Rodrigues


Responsabilidades:
Regência
Responsável pelas Pautas
Ensino teórico-prático
Seminários
Sílvio Filipe Velosa
Sílvio Filipe Velosa


Responsabilidades:
Ensino teórico-prático
Seminários

Ficha da disciplina

Objectivos da disciplina

A. Desenvolver e aperfeiçoar as competências teóricas necessárias para a prática da investigação científica no domínio das ciências psicológicas, através do estudo sistemático dos processos fundamentais e das estratégias específicas de planeamento, realização, análise, interpretação e apresentação dos resultados. B. Contribuir para o desenvolvimento das capacidades de análise e de crítica metodológicas da literatura psicológica, através da avaliação de relatórios de investigação publicados em revistas científicas. C. Possibilitar a discussão teórico-metodológica de questões e problemas específicos no domínio das ciências psicológicas.

Critérios de avaliação

Modelo de Avaliação B

Elemento de Avaliação I - Frequência Teórico - Prática (30%)

Elemento de Avaliação II - Trabalho de Grupo Temático (50%)

Elemento de Avaliação III - Proval Oral (20%)

Programa resumido (ver programa detalhado)

Generalidades: Natureza do conhecimento Fontes do conhecimento Pares de opostos nos métodos de investigação Características do conhecimento científico Uma definição de teoria científica Funções de uma teoria científica Como evolui a ciência? Características desejáveis de uma teoria Ciência nas ciências sociais e humanas PalavrasTipos de paradigmas de investigação Etapas de uma investigação em psicologia Tipos de investigação em psicologia Metodologias quantitativas. Palavras chave da investigação quantitativa em psicologia Correlação Inferência estatística Estratégia de inferência estatística Testes de hipóteses 1, o t-teste Validade dos instrumentos de investigação Fiabilidade dos instrumentos de investigação Características da investigação experimental Validade dos procedimentos de investigação Exemplos de procedimentos pré-experimentais Exemplos de procedimentos experimentais Metodologias qualitativas Investigação qualitativa ? Tradições Fundamentos ? Interaccionismo Simbólico Fenomenologia Termos associados com investigação qualitativa Etnografia Investigação naturalista Investigação de campo Paradigma interpretativo A observação participante Entrevista em profundidade Características da investigação qualitativa Critérios para uma boa etnografia Metodologias qualitativas específicas Estudos de caso Indução analítica Método comparativo constante Selecção dos participantes Notas de campo Tipos de amostragem Entrevistas qualitativas Análise e recomendações Categorização Triangulação A investigação-acção A experiência de ensino Aspectos éticos e políticos

Bibliografia Principal

Alferes, V. R. (1997). Investigação científica em psicologia: Teoria e prática. Coimbra: Almedina. Bases de Dados [SPSS e EXCEL]

Alferes, V. R. (2001). Guia de pesquisa bibliográfica (2ª ed.). Coimbra: Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação [NIIPS ? Cadernos de Metodologia da Investigação, 1]. Versão Online

Almeida, L. & Freire, T. (2003). Metodologia da Investigação em Psicologia e Educação. Braga: Psiquilibrios Edições.

American Psychological Association (2001). Publication manual of the American Psychological Association (5th ed.). Washington, DC: Author. APA Style Site Statistical Methods in Psychology Journals: Guidelines and Explanations

Andrews, F. M., Klem, L., Davidson, T. N., O'Malley, P. M., & Rodgers, W. L. (1981). A guide for selecting statistical techniques for analyzing social science data. Ann Arbor: Institute for Social Research.

Barlow, D. H., & Hersen, M. (1984). Single case experimental designs (2nd ed.). New York: Pergamon.

Campbell, D. T., & Stanley, J. C. (1966). Experimental and quasi-experimental designs for research. Chicago: Rand McNally.

Cohen, J., & Cohen, P. (1983). Applied multiple regression/correlation analysis for the behavioral sciences (2nd ed.). Hillsdale, NJ: Erlbaum.

CooK, T. D., & Campbell, D. T. (1979). Quasi-experimentation: Design and analysis issues for field settings. Boston: Houghton Mifflin.

CooK, T. D., & Campbell, D. T. (2001). Experimental and quasi-experimental designs for generalized causal inference. Boston: Houghton Mifflin.

David Howell's Homepage Judd, C. M., Smith, E. R., & Kidder, L. H. (1991). Research methods in social relations (6th ed). New York: Holt, Rinehart & Winston. Charles Judd's Homepage

Gilbert, D. T., Fiske, S. T., & Lindzey, G. (Eds.).(1998). Handbook of social psychology (4th ed., Vol. 1). New York: McGraw-Hill.

Hill, M. & Hill, A. (2002). Investigação por questionário. Lisboa: Edições Sílabo.

Howell, D. C. (1997). Statistical methods for psychology (4th ed.). Belmont, CA: Duxbury Press [Fifth Edition].

Kiess, H. O. (2001). Statistical concepts for the behavioral sciences (3rd ed.). Boston: Allyn & Bacon. Hal Kiess's Homepage

Kiess, H. O., & Bloomquist, D. W. (1985). Psychological research methods: A conceptual approach. Boston: Allyn and Bacon.

Neale, J. M., & Liebert, R. M. (1986). Science and behavior: An introduction to methods of research (3rd ed.). Englewood Cliffs, NJ: Prentice-Hall.

Nunnally, J. C., & Bernstein, I. (1994). Psychometric theory (3rd ed.). New York: McGraw Hill.

Pereira, A. (2007). SPSS para ciências sociais e humanas, Lisboa: Edições Sílabo.

Pestana, M. & Gageiro, J. (2000). Análise de dados para ciências sociais: a complementaridade do SPSS. Lisboa: Edições Sílabo. Tuckman, B. W. (2000). Manual de investigação em educação. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

Rosenthal, R., & Rosnow, R. L. (1991). Essentials of psychological research: Methods and data analysis (2nd ed.). New York: McGraw-Hill.

Rosnow, R. L., & Rosenthal, R. (1999). Beginning behavioral research: A conceptual primer (3rd ed.). Upper Saddle River, NJ: Prentice Hall [Fourth Edition].

Rossi, P. H., Wright, J. D., & Anderson, A. B. (Eds.).(1983). Handbook of survey research. New York: Academic Press.

Sales, B. D., & Folkman, S. (Eds.).(2000). Ethics in research with human participants. Washington, DC: American Psychological Association. Ethical Principles of Psychologists and Code of Conduct Shadish, W. R.,

Stevens, J. (1996). Applied multivariate statistics for the social sciences (3rd ed.). New York: Erlbaum.

Tabachnick, B. G., & Fidell, L. S. (2001). Using multivariate statistics (4th ed.). Boston: Allyn & Bacon.

Vogt, W. P. (1999). Dictionary of statistics & methodology: A nontechnical guide for the social sciences (2nd ed). London: Sage.

 

Outras Fontes Bibliográficas / Documentos de Apoio

Atendimento

Terças-feiras das 16-18 horas.

Links associados

Observações

Fórum

Ligação ao Fórum Métodos de Investigação ILink Externo