Menu

Sistemas e Processos Corporais II (ed. 2011/12) - Enfermagem - Sem Ramos - Especialidades


7.5
ECTS / UC
Ano: 2 / 1º Semestre
Plano: 2011/12
Área Científica: FUN
Nível: Básico

Carga Horária Semestral

Ensino Teórico: 80.00
Ensino Teórico-Prático:
Ensino Prático e Laboratorial:
Trabalho de Campo:
Seminário:
Estágio:
Orientação tutorial:

 

Horas Dedicadas a Estágios:
Horas Dedicadas a Projectos:
Horas Dedicadas a Trabalhos no Terreno:
Horas Dedicadas a Estudo:
Horas Dedicadas a Avaliação:
Outras:

Cursos onde é leccionada a disciplina

Curso - Ramo Ano Plano
Enfermagem - Sem Ramos - Especialidades 2011/12

Corpo Docente

Alexandra Paula Costa Freitas
Alexandra Paula Costa Freitas


Responsabilidades:
Ensino teórico
Ana Maria Costa Jardim de Azevedo
Ana Maria Costa Jardim de Azevedo


Responsabilidades:
Ensino teórico
António José de Olim Marote Quintal
António José de Olim Marote Quintal


Responsabilidades:
Ensino teórico
Helena Sofia Rodrigues Fragoeiro
Helena Sofia Rodrigues Fragoeiro


Responsabilidades:
Ensino teórico
Isabel Maria Abreu Rodrigues Fragoeiro
Isabel Maria Abreu Rodrigues Fragoeiro


Responsabilidades:
Regência
Responsável pelas Pautas

Ficha da disciplina

Objectivos da disciplina

1 Conhecer as principais alterações fisiopatológicas do foro cirúrgico que afectam a saúde humana, incluindo os mecanismos de defesa em resposta à lesão orgânica.

2 Conhecer as principais complicações relacionadas com a intervenção cirúrgica.

4 Caracterizar os mecanismos de acção no organismo e os mecanismos de bio transformação dos fármacos.

5 Descrever os os aspectos técnicos do medicamento e da terapêutica: princípios activos; efeitos terapêuticos e colaterais e mecanismos de segurança na administração dos medicamentos.

6 Identifica a missão e funcionamento dos organismos responsáveis pela aprovação, distribuição e informação sobre os medicamentos de uso humano.

7 Conhecer as principais alterações fisiopatológicas do foro médico que afectam a saúde humana, incluindo os mecanismos de defesa em resposta à lesão orgânica.

3 Descrever os pricipais grupos farmacológicos.

8 Compreender a resposta imunológica do Homem.

9 Conhecer a influência dos microrganismos no organismo humano e os meios de prevenção das patologias associadas.

10 Conhecer os principais meios de diagnóstico e terapêutica não medicamentosa.

Critérios de avaliação

Tipo de Classificacao: Quantitativa (0-20)
Modelo de Avaliação: B
Metodologia de Avaliação: Três frequências para avaliar os conhecimentos adquiridos (conteúdos e organização das ideias); Um trabalho de grupo escrito com apresentação oral. Os parâmetros a avaliar são a memorização; a interpretação; a análise e a síntese dos conhecimentos sobre os conteúdos abordados na horas de contacto e durante o trabalho autónomo do aluno. A não participação em pelo menos 75% das sessões de ensino (horas de contacto), implica a não de recuperação da classificação nos períodos de recurso ou melhoria e implica a reprovação da disciplina.

Programa resumido (ver programa detalhado)

Bibliografia Principal

Infarmed - Ministério da Saúde (2010). Prontuário Terapêutico. Associaçao Portuguesa da Indústria Farmaceutica. (2004). A indústria farmacêutica em números. The pharmaceutical industry in figures.. Apifarma.
Brunton Laurence Lazo, John S. Parker, Keith L. (2006). The pharmacological basis of therapeutics.. McGraw Hill.
Clayton Bruce D., Yvonne N. Stock (2002). Fundamentos de farmacologia.. Lusociência.
Guimarães Serafim, Moura Daniel, Silva Patrício Soares (2006). Terapêutica medicamentosa e suas bases farmacológicas: manual de farmacologia e farmacoterapia.. Porto Editora.
Caramona, Margarida (2007). Prontuário terapêutico. Infarmed.
Katzung Bertrand G. (2002). Farmacologia básica e clínica.. Guanabara.

Outras Fontes Bibliográficas / Documentos de Apoio

Atendimento

Preferencialmente às quintas feiras das 10h30m às 12h30m combinando previamente com a regente da UC - Isabel Fragoeiro

isabel.fragoeiro@staff.uma.pt; 291705370.

Links associados

Observações