Menu

Prática Clínica III: Prática de Cuidados à Mulher, Criança e Jovem (ed. 2011/12) - Enfermagem - Sem Ramos - Especialidades


19.5
ECTS / UC
Ano: 3 / 2º Semestre
Plano: 2011/12
Área Científica: ENF
Nível: Intermédio

Carga Horária Semestral

Ensino Teórico:
Ensino Teórico-Prático:
Ensino Prático e Laboratorial:
Trabalho de Campo: 374.00
Seminário:
Estágio:
Orientação tutorial:

 

Horas Dedicadas a Estágios:
Horas Dedicadas a Projectos:
Horas Dedicadas a Trabalhos no Terreno:
Horas Dedicadas a Estudo:
Horas Dedicadas a Avaliação:
Outras:

Cursos onde é leccionada a disciplina

Curso - Ramo Ano Plano
Enfermagem - Sem Ramos - Especialidades 2011/12

Corpo Docente

Ana Filomena de Matos Natividade Carvalho
Ana Filomena de Matos Natividade Carvalho


Responsabilidades:
Trabalho de campo
Ana Maria Costa Jardim de Azevedo
Ana Maria Costa Jardim de Azevedo


Responsabilidades:
Trabalho de campo
Gilberta Maria França Sousa
Gilberta Maria França Sousa


Responsabilidades:
Trabalho de campo
Isabel Maria Abreu Rodrigues Fragoeiro
Isabel Maria Abreu Rodrigues Fragoeiro


Responsabilidades:
Regência
Responsável pelas Pautas

Ficha da disciplina

Objectivos da disciplina

1 Prestar Cuidados de enfermagem aos três níveis: promoção, prevenção e reabilitação da criança/família no contexto dos cuidados de saúde primários e hospitalares.

2 Prestar cuidados de enfermagem aos três níveis: promoção, prevenção e reabilitação à Mulher: grávida e no período peri natal.

Critérios de avaliação

Tipo de Classificacao: Quantitativa (0-20)
Modelo de Avaliação: C
Metodologia de Avaliação: Projecto e relatório aprendizagem em prática clínica (25%). Projeto/relatório: estudo de caso/ processo de enfermagem (25%). Prática clínica (50%) - avaliação contínua. A aprovação da unidade curricular implica aprovação em todos os componentes incluindo a componente prática clínica. Não há recuperação em época de recurso. Assiduidade: a aprovação implica que o estudante participe em 80 % das actividades desenvolvidas em contexto clínico.

Programa resumido (ver programa detalhado)

Bibliografia Principal

G. R. Fleisher (1998). Compêndio de pediatria de urgência. Artes Médicas.
Andrada M. (1989). Risco perinatal e desenvolvimento da linguagem na criança.. Associação portuguesa de paralisia cerebral.
Andrada M. (1995). Intervenção precoce na criança com paralisia cerebral; a família na intervenção precoce. Gabinete de coordenação do projecto de intervenção.
Bowlby J. (1990). Apego, a natureza do vinculo. Martins.
Brazelton T. B. (1992). O crescimento da vinculação antes e depois do nascimento.. Terramar.
Brazelton T. B. (1998). O grande livro da criança.. Presença.
Gomes Pedro (1995). Desenvolvimento, identidade e educação; perspectivas para o bebé XXI, criança família na viragem do. Fundação Calouste Gulbenkian.
Gomes Pedro (1999). A criança e a nova pediatria.. Fundação Calouste Gulbenkian.
Klauss M. (2000). Vínculo.. Artes Médicas.
Pimentel J. (1997). Um bebé diferente/da individualidade da intervenção à especificidade da intervenção.. Lusodidata.
Ramos N. (2002). Educação, saúde e culturas - novas perspectivas de investigação na infância.. Universidade Aberta.
Ramos N. (2003). Etnoteorias do desenvolvimento e educação da criança; uma perspectiva intercultural e preventiva.. Diferença.
Eduardo Sá (2002). Más maneiras de sermos bons pais.. Fim de século.
Winnicott D. (1979). L`enfant et sa famille.. Payot.
Elkin Martha Keene, Perry Anne Griffin, Potter Patricia A. (1998). Intervenções de enfermagem e procedimentos clínicos.. Lusociência.
Amaral João M. Videira (2008). Tratado de clínica pediátrica.. Abbott.
Ball J., Bindler Ruth (1999). Pediatric nursing.. Appleton & Lange.
Behrman Richard E., Kliegman Robert A. (1997). Nelson, tratado de pediatria.. Guanabara Koogan.
Bowden Vicky R. (1998). Children and their families.. Saunders Company.
Bowden Viky R.,Greenberg Cindy Smith (2005). Procedimentos de enfermagem pediátrica.. Guanabara Koogan.
Jorge Ana Maria (2004). Família e hospitalização da criança:(re) pensar o cuidar em enfermagem.. Lusociência.
Lissauer Tom (2003). Manual ilustrado de pediatria.. Guanabara Koogan.
Ministério da Saúde do Brasil (2008). Doenças infecciosas e parasitárias guia de bolso.. Ministério da Saúde do Brasil.
Muscari Mary E. (1998). Enfermagem pediátrica.. Guanabara Koogan.
Secretaria Regional dos Assuntos Sociais (2006). Comer com saber no primeiro ano de vida.. Secretaria Regional dos Assuntos Sociais.

Outras Fontes Bibliográficas / Documentos de Apoio

Atendimento

Regente da UC: Isabel Fragoeiro

Contacto por email sempre que necessário isabel.fragoeiro@staff.uma.pt. Atendimento preferencial: 5ªs feiras das 10h30m às 12h30m.

Links associados

Observações