Menu

Intervenção em Desporto I ( Gestão do Desporto I ) - Educação Física e Desporto - Sem Ramos - Especialidades


15.0
ECTS / UC
Ano: 3 / 1º Semestre
Plano: 2015/16
Área Científica: DEP
Nível: Básico

Carga Horária Semestral

Ensino Teórico:
Ensino Teórico-Prático: 16.00
Ensino Prático e Laboratorial: 16.00
Trabalho de Campo:
Seminário:
Estágio:
Orientação tutorial: 128.00

 

Horas Dedicadas a Estágios:
Horas Dedicadas a Projectos:
Horas Dedicadas a Trabalhos no Terreno:
Horas Dedicadas a Estudo:
Horas Dedicadas a Avaliação:
Outras:

Cursos onde é leccionada a disciplina

Curso - Ramo Ano Plano
Educação Física e Desporto - Sem Ramos - Especialidades 2015/16

Corpo Docente

Hélio Ricardo Lourenço Antunes
Hélio Ricardo Lourenço Antunes


Responsabilidades:
Ensino teórico-prático
Ensino prático e laboratorial
Jorge Alexandre Pereira Soares
Jorge Alexandre Pereira Soares


Responsabilidades:
Regência
Responsável pelas Pautas
Ensino teórico-prático
Ensino prático e laboratorial
José Ricardo Velosa Barreto Ferreira Alves
José Ricardo Velosa Barreto Ferreira Alves


Responsabilidades:
Ensino teórico-prático
Ensino prático e laboratorial

Ficha da disciplina

Objectivos da disciplina

  1. Identificar e compreender a missão e o objeto social da organização desportiva.
  2. Analisar a estrutura e a dinâmica dos recursos humanos de uma organização desportiva, incluindo a liderança e a tomada de decisão.
  3. Evidenciar facilidade de integração e de iniciativa no âmbito da intervenção na organização desportiva de acolhimento e desenvolver a capacidade de autonomia, de reflexão crítica e de autoavaliação.
  4. Revelar dedicação, respeito e sentido de cooperação com os colegas e professores e com os colaboradores da organização.
  5. Evidenciar sentido inovador e criativo na análise e resolução dos problemas no âmbito da gestão do desporto.
  6. Observar e vivenciar experiências em contexto laboral que contribuam para a aplicação de conhecimentos e competências na área da gestão do desporto.
  7. Saber utilizar e justificar a relevância das tecnologias de informação e as redes sociais no contexto da intervenção em gestão do desporto.
  8. Comunicar oralmente e por escrito de forma fluente, clara e estruturada, as atividades realizadas e as competências adquiridas no âmbito da gestão do desporto.
  9. Ser assíduo, pontual e responsável no cumprimento das tarefas da unidade curricular cultivando os valores éticos do gestor do desporto.

Critérios de avaliação

Os conhecimentos e competências são avaliados através de três componentes distintas: avaliação contínua do trabalho sistemático em contexto organizacional que é aferido pela folha de registo de participação e pelo feedback do responsável/orientador da organização, bem como, pelas reuniões de orientação tutorial; dois trabalhos propostos ao longo da Unidade Curricular, apresentados oralmente a todo o grupo; relatório final descritivo e reflexivo das atividades realizadas e das aprendizagens adquiridas. Apenas esta componente é passível de ir a recurso.

A avaliação contínua do trabalho sistemático corresponde a 25% da classificação final.

No que diz respeito aos trabalhos propostos, inclui uma valorização de 50% da nota final, sendo que a nota considerada é respeitante à média dos trabalhos.

O relatório final representa 10% da nota final e a sua discussão 15% e é feito sob a estrutura de poster. O trabalho deve ser apresentado no seminário em Março do ano seguinte. O relatório final diferencia-se dos dois trabalhos específicos pelo facto de incluir toda a apreciação reflexiva sobre a sua aprendizagem em contexto laboral (trabalho sistemático) e deve contemplar: a relevância da formação do curso para a aplicação dos conhecimentos em contexto laboral/estágio, bem como o contributo da experiência na organização para a sua formação específica e pessoal. Este relatório deve ser concreto, individual e desenvolvido no contexto da aprendizagem adquirida na organização. A autoavaliação, o sentido reflexivo e crítico, bem como as recomendações decorrente das atividades desenvolvidas regularmente pelo estudante, e dos dois trabalhos específicos, devem fazer parte do relatório final.

Saliente-se que no caso de um aluno não ter aprovação na Unidade Curricular Intervenção em desporto I, não poderá inscrever-se nem frequentar a Unidade Curricular Intervenção em Desporto II.

Programa resumido (ver programa detalhado)

Bibliografia Principal

Garcia, R., & Lemos, K. (2011). Temas (quase éticos) de Desporto (2ª ed.). Brasil, Belo Horizonte, Brasil: Casa da Educação Física, Brasil.

Hoye, R., Smith, A., Westerbeek, H., Stewart, B., & Nicholson, M. (2006). Sport management - Principles and applications. Oxford: Butterworth-Heinemann.

Lima, J., & Marcolino, P. (2012). Manual Plano Nacional de Ética no Desporto. LIsboa: Instituto Português do Desporto e Juventude, IP. Obtido de http://www.pned.pt/media/1492/manualpned.pdf

Mintzberg, H. (1995). Estrutura e dinâmica das organizações (1ª ed.). Lisboa: Publicações Dom Quixote.

Ratten, V. (2011). Sport-based entrepreneurship: towards a new theory of entrepreneurship and sport management. Int Entrep Manag J, pp. 57-69. doi:10.1007/s11365-010-0138-z

Slack, T. (2007). Understanding sport organizations: The application of organization theory. Champaign, IL: Human Kinetics.

Smith, A. (2008). Introduction to sport marketing. Oxford: Butterworth-Heinemann.

Soares, J; Antunes, H.; Bárbara, A.; Escórcio, C.; Saldanha, C. (2916). O interesse público do desporto das organizações desportivas sem fins lucrativos que são apoiadas pela administração pública. Rev Bras Educ Fís Esporte, (São Paulo) Jul-Set; 30(3):675-88 DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1807-55092016000300675

Taylor, T., & McGraw, P. (2006). Exploring Human Resource Management Practices in Nonprofit Sport Organisations. Sport Management Review, 9(3), pp. 229?251. doi:10.1016/S1441-3523(06)70027-4

Taylor, T., Doherty, A., & McGraw, P. (2008). Managing people in sport organizations. Oxford: Butterworth-Heinemann.

Watt, D. (2003). Sports Management and Administration (2ª ed.). Oxford: Routledge.

Outras Fontes Bibliográficas / Documentos de Apoio

Atendimento

Às 3ª e 5ª feiras das 11h30 às 13h00. Solicitar reunião via e-mail: j.soares@uma.pt.

Links associados

Observações