Campus Universitário da Penteada
Departamento de Física
9020-105 - FUNCHAL
hkaufmann@staff.uma.pt
(+351) 291 70 52 55

O grupo de Plasmas de Alta Pressão encontra-se fortemente centrado na investigação em engenharia e ciência de plasmas de baixas temperatura, e dinâmica dos fluidos. A atividade do grupo baseia-se em métodos teóricos, simulação numérica, e ensaios levados a cabo em laboratórios parceiros localizados no estrangeiro e no Laboratório de Plasma, operado pelo grupo. O laboratório de Plasma é parte integrante das instalações atribuídas ao grupo, estando localizado no Campus da Penteada da Universidade da Madeira, no Funchal. Este laboratório foi estabelecido com o apoio do FCT, do programa COST da União Europeia, e da empresa Philips.

Campus Universitário da Penteada
Departamento de Física
9020-105 - FUNCHAL
hkaufmann@staff.uma.pt
(+351) 291 70 52 55
A Física das manchas catódicas em arcos de vácuo

A compreensão dos mecanismos de operação de manchas catódicas de descargas de arcos em vácuo, incluindo o papel da emissão explosiva de eletrões, trata-se de um tema desafiante de grande interesse científico, e com importância significativa em aplicações. Esta investigação foi realizada por sugestão e em colaboração com colegas da Siemens Corporate Tecnology (Erlangen, Alemanha), sendo que um dos princ(...)

1 / 4
Bifurcações na teoria de transferência de corrente para cátodos..

Bifurcações na teoria de transferência de corrente para cátodos de descargas de corrente contínua e transições entre diferentes modos
A concentração de corrente elétrica na superfície dos elétrodos de descargas de gás em regiões bem definidas, ou manchas de corrente, é geralmente mais a regra do que a exceção. Estas manchas ocorrem em superfícies de elétrodos uniformes, um sistema onde se(...)

1 / 4
Modelagem da interação de plasma-elétrodo em descargas de arcos de alta pressão

Métodos eficientes de modelagem de arcos elétricos em ambientes de alta pressão são de elevada relevância para variados dispositivos técnicos, sendo que a interação entre plasmas de arco e elétrodos, e, acima de tudo, os cátodos, é atualmente considerado um obstáculo. Esta situação explica o crescente interesse, nos últimos anos, da comunidade científica na interação plasma-elétrodo em descargas de arc(...)

1 / 4
Modelagem de manchas de ânodo numa descarga de incandescência/ brilho de corrente contínua

Têm sido observados bonitos padrões em ânodos de descargas de incandescência/brilho há mais de um século. Para além de serem, só por si, de grande interesse teórico, os padrões auto-organizados em ânodos líquidos de microdescargas de incandescência/ brilho de pressão atmosférica revelaram uma capacidade não trivial de inibição de cancro.
O nosso objetivo era o de calcular os padrões de manchas (...)

1 / 4