Data de publicação: 16/07/2019

Gynecia: Rodrigo de Castro Lusitano

A docente da Faculdade de Artes e Humanidades da Universidade da Madeira (FAH-UMa), Cristina Santos Pinheiro, obteve aprovação para financiamento da Fundação para a Ciência e Tecnologia como Investigadora Responsável do Projeto “Gynecia: Rodrigo de Castro Lusitano e a tradição médica antiga sobre ginecologia e embriologia”, no valor de cerca de 202.000€.

O financiamento, por três anos, resulta de proposta conjunta submetida pela UMa e pela Faculdade de Letras das Universidade de Lisboa/ Centro de Estudos Clássicos (FLUL-CEC).

“Gynecia” incide sobre Rodrigo de Castro Lusitano (c.1546-1627/29?), médico português de origem judaica, e o seu tratado médico De universa mulierum medicina, escrito em língua latina e editado pela primeira vez em Hamburgo (1603), com várias reedições no século XVII. Este projeto explorará a tradição antiga sobre a natureza das mulheres e a conceção de embriologia que Rodrigo de Castro desenvolve no referido tratado, o primeiro de ginecologia escrito por um português e que teve grande repercussão na Europa de 1600.

Além dos investigadores da FAH e da FLUL o projeto integra também investigadores das universidades de Aveiro, Nova de Lisboa, do Minho e da Católica de Braga, num total de 16 investigadores. O projeto conta também com a colaboração de cinco consultores, dois investigadores de nacionalidade portuguesa e três de nacionalidade estrangeira.

Para informação adicional, por favor consulte o site do Projeto