Disciplina: Transportes e Vias de Comunicação

Área Científica:

Engenharia Civil

HORAS CONTACTO:

80 Horas

NÚMERO DE ECTS:

7,5 ECTS

IDIOMA:

Português

Objetivos Gerais:

1 - Adquirir conhecimentos teóricos e práticos associados ao estudo dos Transportes e Vias de Comunicação.
2 - Entender os sistemas de transportes e os problemas associados nas suas componentes técnica e económico-social.
3 - Adquirir capacidade para analisar os atributos dos fluxos de tráfego e os factores determinantes das escolhas de transportes.
4 - Compreender as dependências entre usos de solo e oferta/procura de transportes e utilizar modelos simples de estimação da procura.
5 - Entender objectivos e dificuldades associadas às redes de transportes unimodais e intermodais e avaliar o seu desenho e desempenho.
6 - Conhecer as bases dos métodos de avaliação de projectos e do quadro legal dos transportes.
7 - Adquirir elementos teóricos e práticos essenciais à concepção e ao projecto de vias de comunicação, em particular de estradas e autoestradas.

Conteúdos / Programa:

1 - Transportes:
1. Observação, registo e representação da mobilidade;
2. Elementos fundamentais do desempenho operacional dos sistemas de Transportes;
3. Enquadramento dos Transportes com a Sociedade, o Território e o Ambiente;
4. Modelos matemáticos para estimação da procura de transportes: Modelos tendenciais, de elasticidade e de escolha discreta;
5. Avaliação da configuração e do desempenho de redes de infra-estruturas e de serviços de transportes;
6. Vantagens e dificuldades da intermodalidade;
7. Modelos matemáticos globais de planeamento de transportes;
8. Intervenção no sector dos Transportes: justificação, métodos de avaliação de projectos e enquadramento legal.
2 - Vias de Comunicação:
1. Transportes e infra-estruturas de transporte: Transporte rodoviário, ferroviário e aeroportuário. Principais semelhanças e diferenças em termos de projecto e de construção;
2. Fases de um projecto;
3. Condicionantes topográficas, geotécnicas e ambientais;
4. Estudos de tráfego;
5. Noção de custos de construção e de manutenção e análise custos/ benefícios;
6. Traçado geométrico de estradas (planta, perfil longitudinal e transversal).
7. Perfil transversal tipo (gabarit, largura das vias, bermas, separadores);
8. Elementos do traçado em planta e em perfil longitudinal;
9. O condutor e o projecto rodoviário (velocidade de projecto, velocidade máxima e média, distâncias de visibilidade, de paragem e de travagem);
10. Curvas de transição, sobreelevação, sobrelargura;
11. Terraplenagens, quantificação de volumes de escavação e de aterro, equilíbrio do gráfico de Bruckne

Bibliografia / Fontes de Informação:

I. E. P. , s.d. , Normas de Traçado JAE , I. E. P.
Wrigth, Paul H. & Meyer, Michael & LAI, James S. & PARSONSON, Peter S. , 1995 , Highway Engineering , John Wiley and Sons
Roger Cóquand , 1985 , Routes - circulation tracé Routes - construction - entretien , Edition Eyrolles
Jacob Carciente , 1980 , Carreteras: Estudio y proyecto ,
Konstadinos Goulias , 2002 , Transportation Systems Planning , CRC Press
Juan de Dios Ortuzar, Luis G Willumsem , 2001 , Modelling Transport , Wiley
Randolf W. Hall , 2003 , Handbook of Transportation Science , Springer
S. Washington, M. G. Karlaftis, F.L. Mannering , 2003 , Statistical and Econometric Methods for Transportation Data Analysis , CRC Press

Métodos e Critérios de Avaliação:

Tipo de Classificação: Quantitativa (0-20)

Metodologia de Avaliação:
1.Época Normal - 1 Frequência com questões teóricas e problemas práticos relacionados com as matérias leccionadas na disciplina - Tem objectivos de aferir conhecimentos teórico e teórico-práticos mediante uma frequência final integradora que cobre os vários tópicos da unidade curricular, que incide na capacidade do aluno em relacionar partes da matéria.

2. Época Normal - 2 Trabalhos - Tem objectivos de aferir conhecimentos teórico e teórico-práticos mediante um trabalho avaliado por relatório, apresentação ou por discussão. Permite ao aluno desenvolver competências de desenvolvimento de trabalho de pesquisa, de escrita, de apresentação de resultados, desenvolver competências de comunicação oral e trabalho em equipa.

3. Época de Recurso - Exame com questões teóricas e problemas práticos relacionados com as matérias leccionadas na disciplina - Tem objectivos de aferir conhecimentos teórico e teórico-práticos mediante um exame final integrador que cobre os vários tópicos da unidade curricular, que incide na capacidade do aluno em relacionar partes da matéria.

4. Época Especial - Exame com questões teóricas e problemas práticos relacionados com as matérias leccionadas na disciplina - Tem objectivos de aferir conhecimentos teórico e teórico-práticos mediante um exame final integrador que cobre os vários tópicos da unidade curricular, que incide na capacidade do aluno em relacionar partes da matéria.