Disciplina: Gestão e Supervisão Clínica

Área Científica:

Saúde

HORAS CONTACTO:

40 Horas

NÚMERO DE ECTS:

3 ECTS

IDIOMA:

Português

Objetivos Gerais:

1 - Compreender a organização e os modelos de funcionamento das organizações de saúde
2 - Refletir sobre a gestão e organização dos cuidados de enfermagem nas organizações de saúde.
3 - Analisar conceitos de gestão de recursos humanos, modelos e estilos de liderança, delegação, dotações seguras, gestão de conflitos, desempenho, avaliação profissional e sua importância na qualidade dos cuidados de enfermagem;
4 - Analisar modelos e processos de supervisão clínica da prática profissional; 5.
5 - Analisar os processos da supervisão clínica em enfermagem para a qualidade dos cuidados e para o desenvolvimento pessoal e profissional;
6 - Analisar estratégias e processos relacionados com o desenvolvimento e a melhoria da qualidade dos serviços de saúde.

Conteúdos / Programa:

1 - Organização e funcionamento das organizações de saúde
2 - Políticas, estratégias, e planos orientadores para a saúde
2.1 - Intersetorialidade, equidade e participação
2.2 - Financiamento, custos e impactos
2.3 - Indicadores sensíveis aos cuidados de enfermagem especializados
3 - Gestão e Liderança na qualidade dos cuidados de enfermagem
3.1 - Modelos, funções e níveis
3.2 - Delegação de funções
3.3 - Dotações seguras
3.4 - Gestão de conflitos e tomada de decisão
3.5 - Padrões de qualidade dos cuidados de enfermagem gerais e especializados (OE)
4 - Sistemas e modelos de avaliação da qualidade de serviços e cuidados
5 - Supervisão clínica no desenvolvimento pessoal e profissional
5.1 - Modelos, estratégias e componentes do processo de supervisão
5.2 - Supervisão clinica e formação ao longo da vida e de alunos
6 - Avaliação e melhoria contínua da qualidade dos serviços de saúde/ saúde mental

Bibliografia / Fontes de Informação:

Abreu, W. & Seyda, S. , 2014 , Effective Mentorship to Improve Clinical Decision Making and a Positive Identity: A Comparative Study in Turkey and Portugal ,
Cruz, S. & Ferreira, M. , 2012 , Perceção da cultura organizacional em instituições públicas de saúde com diferentes modelos de gestão ,
Ferreira, M. & Silva, I. , 2013 , Empenhamento organizacional de enfermeiros e relação com a chefia ,
Lopes, A , 2012 , Fundamentos de Gestão de Pessoas - para uma Síntese epistemológica da iniciativa da competição e cooperação , Sílabo
Kurcgant, P. et al. , 2011 , Geranciamento em Enfermagem , Guanabara Koogan
Ordem dos Enfermeiros , 2001 , Padrões de Qualidade dos cuidados de Enfermagem ,
Teixeira, S. , 2010 , Gestão das organizações , Verlag Dashöfer Portugal

Métodos e Critérios de Avaliação:

Tipo de Classificação: Quantitativa (0-20)

Metodologia de Avaliação:
As metodologias de ensino são, predominantemente, expositivas e participativa em aulas teóricas e teórico práticas. Aulas teóricas e teórico-práticas com recurso a técnicas ativas como pesquisa, análise e discussão de artigos respeitantes aos diferentes conteúdos programáticos. Debate reflexivo em sala sobre as diferentes temáticas e o seminário com temas selecionados pelos alunos e negociados com o docente da UC complementam o elenco de metodologias a adotar. Avaliação segundo o regulamento de avaliação da aprendizagem dos alunos da Universidade da Madeira: Modelo B. Dois elementos de avaliação, um teste e um trabalho em subgrupo, cada um com uma ponderação de 50%. Cada elemento requer classificação mínima de 9,5 valores para aprovação da UC. Os dois são recuperáveis em época de exame de recurso e melhoria.