Leonor da Fonseca Martins Coelho

Campus Universitário da Penteada, Piso 1, Sala 1.114

lfcoelho@staff.uma.pt

(+351) 291 705 242 / 5242

"A rotina não basta ao coração do homem. O grande desafio é, em cada dia, voltar a olhar tudo pela primeira vez, deslumbrando-se com a surpresa dos dias." - José Tolentino Mendonça, in A Mística do Instante. O Tempo e a Promessa

Nota Biográfica

Leonor Martins Coelho é Doutorada em Estudos Interculturais, pela Universidade da Madeira. Realizou os seus estudos de licenciatura na Universidade de Paris IV - Sorbonne e de mestrado na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. É Professora Auxiliar na Faculdade de Artes e Humanidades da UMa, onde leciona unidades curriculares com incidência nos Estudos de Cultura e de Literatura, no âmbito do 1º e 2º Ciclos. É, atualmente, Diretora do Doutoramento em Literaturas e Culturas Insulares da UMa. É investigadora do Centro de Estudos Comparatistas da Universidade de Lisboa, no cluster "Viagem e Utopia", integrado no Grupo LOCUS.

Publicações

- A escrita dramatúrgica de José Saramago: dissonância, reconfiguração e utopia, Leonor Martins Coelho, 2260-5959, Reflexos. Revue pluridisciplinaire du monde lusophone (Université de Toulouse. Jean Jaurès), 2023

- "Autobiografia não autorizada, Dulce Maria Cardoso", Leonor Martins Coelho, 0010-1451, Colóquio Letras - Fundação Calouste Gulbenkian, 2022, 3 1

- "Da condição insular ao apelo cosmopolita. Nota introdutória à obra de Irene Lucília Andrade (pp.12-24), in A Penteada ou o Fim do Caminho, Leonor Martins Coelho, Imprensa Académica, 2022

- "Desconcertos do Mundo: Que Farei com este Livro? de José Saramago - contrariedades, dissonância e utopia" (pp.79-93), in O nobel português: reflexões sobre a obra de José Saramago, Leonor Martins Coelho, 978-84-19333-44-5, Servei de Publicacions de la Universitat Autônoma de Barcelona, 2022 1

- "Introdução à Pintura Rupestre, José Tolentino Mendonça", Leonor Martins Coelho, 0010-1451, Colóquio Letras - Fundação Calouste Gulbenkian, 2022, 3 1

- "Os mundos assombrosos de José Viale Moutinho:ambiguidade, barroquização e dissonância" (pp. 9-40), in José Viale Moutinho, (22)Contos escolhidos. Antologia Pessoal (1988-2015), Leonor Martins Coelho, 978-989-26-2243-9, Imprensa da Universidade de Coimbra (ISBN:978-989-26-2243-9, 2022

- "Tempos de mudança em A Noite, de José Saramago - da disforia à utopia", in José Saramago/100anos, revista O Escritor, Leonor Martins Coelho, 0872-6310, O Escritor (Associação Portuguesa de Escritores), 2022, 14

- "A ficção de José Eduardo Agualusa à luz da ecocrítica e da utopia", Leonor Martins Coelho, 0010-1451, Colóquio Letras - Fundação Calouste Gulbenkian, 2021, 12

- "Luzes e Sombras: barroquização e utopia em A ILha das Quatro Estações", Leonor Martins Coelho, Imprensa Académica, col. Ilustres (Des)conhecidos, 2021

- "Manual de Sobrevivência, João Tordo", Leonor Martins Coelho, 0010-1451, Colóquio Letras - Fundação Calouste Gulbenkian, 2021, 1 1

Habilitações Académicas

- Doutoramento em Letras, 2008, Universidade da Madeira

- Mestrado em Literatura Comparada, 1999, Universidade de Lisboa

- Licenciatura em Português, 1993, Sorbonne - Paris IV

Cargos Atuais

- Diretor de Curso do Doutoramento em Literaturas e Culturas Insulares - diretor.lci.3c@mail.uma.pt

- Membro do Conselho Científico da Faculdade de Artes e Humanidades

- Membro da Assembleia da Faculdade de Artes e Humanidades