Disciplina: Ginecologia e Obstetrícia

Área Científica:

Saúde

HORAS CONTACTO:

24 Horas

NÚMERO DE ECTS:

1,5 ECTS

IDIOMA:

Português

Objetivos Gerais:

1 - 1. Conhecer as principais alterações ginecológicas
2 - Compreender a importância da vigilancia pré natal
3 - Identificar as alterações anatomo-fisiológicas da gravidez e as patologias da gravidez
4 - Compreender o desenvolvimento embrionário o fetal e as patologias do embrião e do feto
5 - Identificar os mecanismos do trabalho de parto e do parto
6 - Compreender as alterações anatomo-fisiológicas do puerpério e complicações associadas.

Conteúdos / Programa:

1 - 1. Principais alterações ginecológicas
2 - Vigilância pré natal
2.1 - Alterações anatomo-fisiológicas da gravidez
2.2 - Patologias da Gravidez
2.3 - Desenvolvimento embrionário o fetal
2.4 - Patologias do embrião e do feto
3 - Trabalho de parto e parto
4 - Puerpério
4.1 - Alterações anatomo-fisiológicas do puerpério
4.2 - Complicações no puérperio

Bibliografia / Fontes de Informação:

H. Aguiar et al. , 2011 , Aleitamento materno. Acta Med Port. 24(S4) ,
J. L. S. Carvalho, A. Santos , 2009 , Estudo AFRODITE. Caracterização da Infertilidade em Portugal. Estudo na Comunidade. Disponibilidade em http://static.publico.clix.pt/docs/sociedade/AfroditeInfertilidade.pdf. ,
R. Dalbye, E. Calais, M. Berq. , 2011 , Mothers ?experiences of skin-to-skin care of healthy full-term newborns , Sexual & Reproductive Health Care
L. M: Graça , 2010 , Medicina materno-fetal , Lisboa: Lidel.
Hoffman, et al , 2014 , Hoffman, et al (2014). Ginecologia de Williams ,
N. Montenegro, T. Rodrigues, C. Ramalho, D. A. Campo , 2014 , Protocolos de Medicina Materno-Fetal , Lisboa: Lidel
J. Rezende , 2011 , Obstetrícia Fundamental , Rio de Janeiro: Guanabara Koogan.

Métodos e Critérios de Avaliação:

Tipo de Classificação: Quantitativa (0-20)

Metodologia de Avaliação:
Considerando o estudante como o centro do processo ensino/aprendizagem, e a tipologia teórica da UC, preconiza-se uma metodologia expositiva que permita a interação aluno-docente, no sentido de que os alunos serão encorajados a participar ativamente e fomentando o desenvolvimento da capacidade crítica. As sessões letivas serão complementadas e ilustradas com a utilização de meios audiovisuais, nomeadamente de videoprojeções. A avaliação: Modelo A do RAAAUMa, cujos elementos de avaliação serão duas frequências escritas, cada uma com a duração de uma hora. A classificação final da UC resultará da ponderação em 50% da classificação das notas obtidas em cada um dos elementos, sendo a classificação minima para aprovação em cada elemento de 9,5 valores. Os mesmos são passíveis de recuperação em época de recurso e especial de acordo com o estatuto do aluno. A melhoria de nota à UC terá por base a totalidade da matéria.

Regente da Disciplina:

Gilberta Maria França Sousa