Disciplina: Enfermagem VII - Enfermagem da Mulher

Área Científica:

Enfermagem

HORAS CONTACTO:

48 Horas

NÚMERO DE ECTS:

4,5 ECTS

IDIOMA:

Português

Objetivos Gerais:

1 - Desenvolver saberes e competências na área da saúde sexual e reprodutiva, que contribuam para responder às necessidades dos indivíduos e significativos para uma promoção da qualidade de vida.
2 - Compreender o processo de gravidez e trabalho de parto nas suas vertentes biofisiológica, social, cultural e afetiva.
3 - Conhecer as principais alterações do recém nascido à adaptação à vida extra uterina.
4 - Adquirir conhecimentos que permitam o desenvolvimento de competências na prestação de cuidados de enfermagem à puérpera, recém-nascido e família.

Conteúdos / Programa:

1 - 1. Saúde sexual e reprodutiva
1.1 - Sexualidade ao longo do ciclo vital
2 - Vigilância pré-natal
2.1 - A intervenção do enfermeiro de cuidados gerais na vigilância pré natal
2.2 - Legislação sobre proteção à maternidade e paternidade
3 - Trabalho de parto e parto
3.1 - A intervenção do enfermeiro de cuidados gerais no trabalho de parto
3.2 - Cuidados de enfermagem imediatos ao recém nascido
4 - Puerpério
4.1 - Alterações físicas e emocionais no puerpério
4.2 - Intervenção do enfermeiro de cuidados gerais à puérpera
4.3 - Intervenção do enfermeiro de cuidados gerais ao recém-nascido
4.4 - Aleitamento materno

Bibliografia / Fontes de Informação:

I. Leal, J. Maroco , 2010 , Avaliação em sexualidade e parentalidade , Livpsic
M. Néne, R. Marques,M.A. Batista , 2016 , Enfermagem de saúde materna e obstétrica , Lidel - Edições Técnicas
O. Freitas , 2014 , Efeitos da massagem no recém-nascido , Formasau
C.I.S.M. Martins, M.J. Maceiras , 2012 , Disfunções sexuais da mulher na menopausa ,
G. Leifer , 2012 , Maternity Nursing: An introductory text , St. Luis: Elsevier
L. Levy, H. Bértolo , 2012 , Manual do aleitamento materno ,
J. Rezende , 2011 , Obstetrícia Fundamental , Guanabara Koogan
A.M.P.S. Mendes , 2011 , A intervenção do enfermeiro junto da puérpera na prevenção das perturbações emocionais no primeiro mês pós-parto: RSL. ,
L. Papadoupoulos , 2010 , Sexualization of young people: review ,

Métodos e Critérios de Avaliação:

Tipo de Classificação: Quantitativa (0-20)

Metodologia de Avaliação:
A exposição será complementada com a utilização de metodologias participadas tais como práticas laboratoriais e simulações, seguidas de autoanálise e reflexão, de modo a que o formando desenvolva as suas competências cognitivas, instrumentais e relacionais, para cuidar da mulher e do RN no decurso dos processos transacionais que vivenciam. Serão dispensadas horas para trabalho de grupo/seminário com orientação do docente, permitindo que os alunos aprofundem temas analizando-os conjuntamente. reforça-se deste modo o trabalho em equipa. Os incentivos à pesquisa e estudo em fontes fiáveis serão reiterados ao longo do processo. A avaliação será de acordo com o modelo B previsto no RAAA da UMa. Incluirá 1 frequência individual escrita (50%) e um trabalho de grupo/seminário que será apresentado oralmente e discutido (50%). de modo a avaliar resultados. Cada elemento para aprovação exige nota mínima de 9,5. Os dois são recuperáveis em exame de recurso/melhoria conforme estatuto do aluno.

Regente da Disciplina:

Gilberta Maria França Sousa