Disciplina: Ambientes de Aprendizagem Emergentes

Área Científica:

Educação

HORAS CONTACTO:

27 Horas

NÚMERO DE ECTS:

7,5 ECTS

IDIOMA:

Português

Objetivos Gerais:

Nesta UC optativa, os doutorandos tornar-se-ão capazes de analisar criticamente, e com base na investigação atual na área, a importância dos ambientes de aprendizagem emergentes, nomeadamente:
1 - Conceituar ambientes de aprendizagem emergentes e reconhecer a possibilidade de utilização das tecnologias digitais emergentes como ferramentas ubíquas de aprendizagem;
2 - Relacionar os ambientes de aprendizagem emergentes com o conceito de lifelong learning;
3 - Distinguir entre ambientes de aprendizagem emergentes formais e informais;
4 - Compreender o papel que a exploração dessas ferramentas pode ter na inovação pedagógica;
5 - Relacionar a atividade em ambientes de aprendizagem emergentes com os modelos instrucionista, construtivista e construcionista, nas perspetivas de Papert e de Jonassen;
6 - Desenvolver critérios para a avaliação de ambientes de aprendizagem emergentes.

EDC:14564 - dll:1.0.5.1 - updated: 2019-08-07 07:43:33

Conteúdos / Programa:

Esta unidade curricular lida com ambientes de aprendizagem suportados por tecnologias emergentes, cujas características e usabilidade das mais recentes no campo da aprendizagem é difícil de antecipar, atendendo ao incremento exponencial do desenvolvimento tecnológico e aos desafios que esse desenvolvimento coloca à educação. Mesmo assim, a UC antecipa objetivos de aprendizagem e conteúdos programáticos, relacionando-os quase linearmente, um a um, tanto quanto é possível antecipar numa UC com estas características.

1. Fundamentos teóricos dos ambientes de aprendizagem;
2. Ambientes pessoais de aprendizagem e tecnologias ubíquas;
3. Modelos de aprendizagem em ambientes emergentes formais e informais;
4. Ambientes emergentes e inovação pedagógica.
5. Aprendizagem em ambientes emergentes específicos (MOOC, Cloud Computing, Impressão 3D, Learning Analytics, Gamification, realidade aumentada, etc.);
6. Critérios de avaliação de ambientes de aprendizagem emergentes.

EDC:14564 - dll:1.0.5.1 - updated: 2019-08-07 07:43:33

Bibliografia / Fontes de Informação:

NMC Horizon Report: 2017 Higher Education Edition Adams Becker, S., Cummins, M., Davis, A., Freeman, A., Hall Giesinger, C., and Ananthanarayanan, V. The New Media Consortium.2017

Learning across contexts in the Knowledge Society Erstad, O., Kumpulainen, K., Mäkitalo, Å., Schrøder, K.C., Pruulmann-Vengerfeldt, P., Jóhannsdóttir, T.(Eds.) Sense Publishers.2016

Construtivismo Crítico Kincheloe, J. Edições Pedago.2006

Assessing Contexts of Learning: An International Perspective Kuger S., Klieme E., Jude, N. and Kaplan, D. (Eds) Springer. 2017

A família em rede. Papert S.Relógio d?Água.1997

Unplugging the Classroom: Teaching with Technologies to Promote Students' Lifelong Learning Sharmila, H. W. and Ferris, P. (Eds.) Chandos Publishing. 2017

EDC:14564 - dll:1.0.5.1 - updated: 2019-08-07 07:43:33

Métodos e Critérios de Avaliação:

A UC baseia-se em autores que investigam o uso educacional das tecnologias emergentes, em condições algo difíceis, dada a pressão do desenvolvimento tecnológico e de políticas supranacionais que endossam a incorporação de tecnologia nas escolas. Em contraponto, propõe-se a leitura de autores mais distanciados e mais críticos, cuja relação com a tecnologia é mais mediata. Sendo uma UC de doutoramento, requer-se dos doutorandos autonomia e protagonismo, nomeadamente ajudando a construir o seu enquadramento teórico e a fundamentar a criação dos critérios de análise e avaliação dos contextos de aprendizagem emergentes. Serão usadas técnicas de flipped classroom, scenario planning, gamification e problem based learning, bem como a debates com base na leitura de textos, seguida de discussão em grupo. A avaliação incide na participação nas aulas (40%) e na redação de um trabalho individual sobre avaliação de um contexto de aprendizagem emergente 60%).

EDC:14564 - dll:1.0.5.1 - updated: 2019-08-07 07:43:33