CTESP em Tecnologias Agroalimentares

O curso visa formar técnicos profissionais para o sector agrícola e agroalimentar, com competências e capacidade para desenvolver, de forma autónoma ou integrada em equipa de trabalho, funções técnicas de supervisão e organizacionais em explorações e empreendimentos agrícolas, ou em empresas de transformação e processamento de produtos agrícolas e alimentares, ou afins. A preparação dos futuros técnicos em tecnologias agroalimentares será enquadrada pelos novos desafios do pacto ecológico (Green Deal) e da sustentabilidade dos sistemas e cadeias de produção de alimentos e valorização das matérias-primas, subprodutos e resíduos locais, estando direcionada para o desenvolvimento e alavancagem das atividades em explorações agrícolas, empresas agroalimentares ou utilização e valorização de resíduos.

INFORMAÇÕES GERAIS

+

CÓDIGO DGES:

1321/T572 (INSTITUIÇÃO/CURSO)

DURAÇÃO DO CURSO:

4 semestres / 2 Anos

NÚMERO DE VAGAS:

NÃO DISPONÍVEL

O curso visa formar técnicos profissionais para o sector agrícola e agroalimentar, com competências e capacidade para desenvolver, de forma autónoma ou integrada em equipa de trabalho, funções técnicas de supervisão e organizacionais em explorações e empreendimentos agrícolas, ou em empresas de transformação e processamento de produtos agrícolas e alimentares, ou afins. A preparação dos futuros técnicos em tecnologias agroalimentares será enquadrada pelos novos desafios do pacto ecológico (Green Deal) e da sustentabilidade dos sistemas e cadeias de produção de alimentos e valorização das matérias-primas, subprodutos e resíduos locais, estando direcionada para o desenvolvimento e alavancagem das atividades em explorações agrícolas, empresas agroalimentares ou utilização e valorização de resíduos.

DIRETOR DE CURSO

CÓDIGO DGES:

1321/T572 (INSTITUIÇÃO/CURSO)

REGISTO DGES:

T572

DURAÇÃO DO CURSO:

4 semestres / 2 Anos

NÚMERO DE VAGAS:

NÃO DISPONÍVEL

SAÍDAS PROFISSIONAIS

Os técnicos estarão habilitados para trabalhar no sector primário, produção alimentar ou não alimentar, nas indústrias agroalimentares ou de valorização de biorecursos, subprodutos ou resíduos, noutras empresas e administração pública ou em projectos de autoemprego. Estes técnicos terão competências e aptidões para planear, elaborar, desenhar e implementar processos de produção com a utilização de produtos agrícolas, matrizes e resíduos, e para utilizar processos (bio)tecnológicos e tecnologias que promovam a sustentabilidade dos sistemas de produção de alimentos e das indústrias, contribuindo para a transição verde e para a bioeconomia.

DESTINATÁRIOS

Podem candidatar-se:
- Os titulares de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente;
- Os que tenham sido aprovados nas provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos, realizadas para o curso em causa.
- Podem igualmente candidatar -se os titulares de um diploma de especialização tecnológica, de um diploma de técnico superior profissional ou de um grau de ensino superior.